19 de julho de 2011

Sai um engenheiro se faz favor

Há uns anos atrás, quando acabei o curso, deparei-me com os títulos pelas quais as pessoas nos tratam. Só porque tenho uma licenciatura é doutora para cá, doutora para lá. Apercebi-me inclusivé que quando tratava as pessoas pelo nome elas acrescentavam "Engenheira" ou "Arquitecta". Ohhh pah, mas porquê? Porque é que as pessoas querem acrescentar mais um nome? Andaram os meus paizinhos a torrar os miolos para me dar um nome decente e vem agora esta gente acrescentar mais um. Também aprendi a lição que os títulos nos podem abrir portas: a porta da casa de banho quando alguém vai à nossa frente, um cumprimento quando chegamos de manhã ao gabinete, um olá quando passam por nós na rua. Estas pessoas devem ter um chip programado para ver só quem tem um título atrás, as outras não interessam. Um certo dia, uma funcionária do local onde trabalho dirigiu-se a mim e disse: "Não sei se é menina ou doutora!". Ora, eu tive que pensar um bocadinho na reposta. Tenho pipi, tenho maminhas....."Sou menina". E sinto-me mais leve ao ouvi-la chamar-me menina. Até me sinto mais nova!

5 comentários:

  1. concordo! os títulos são um formalismo parvo. Nos Estados Unidos ou mesmo aqui ao lado, em Espanha, usar este tipo de tratamento é até piroso! "Menina" está perfeito :)

    ResponderEliminar
  2. Subscrevo completamente... às vezes parece mesmo que deixamos de ter nome e identidade em detrimento de um título que nos dá um suposto 'status quo'.
    Oh please...

    ResponderEliminar
  3. Há gente que só não muda o B.I. e põe lá o "Dr." antes do nome porque não pode... Mania das importâncias!

    ResponderEliminar
  4. Quando comecei a trabalhar aqui, houve uma menina que não sabia bem qual a minha profissão... um dia, a resposta dela ao meu Bom Dia matinal foi a seguinte:
    "Bom dia Sra. Dra. Eng.ª desculpe... ai!". Coitada! Ficou tão atrapalhada...
    Eu acho que isto dos Dr.s e dos Eng.ºs é um total disparate! Devia ser proibido!
    Concordo ctg: Menina...

    ResponderEliminar
  5. Só agora vi este post que isto de ser doutora ao quadrado dá muito pouco tempo livre. LOL Tens toda a razão minha menina. É um perfeito disparate este formalismo que temos no nosso país...Ele é nos cartões de crédito/débito, é nas clínicas quando nos chamam para sermos atendidas, é no emprego, em todo o lado. Se pensarmos na quantidade de gente diplomada que existe hoje em dia, cada vez é mais chique não ter o título porque isso sim prima pela diferença! :)

    ResponderEliminar