20 de dezembro de 2011

A esperança é a última a morrer

Lá em casa as tarefas são divididas (se bem que às vezes eu acho que fico sempre com mais coisas) e a parte de cozinhar calha-me sempre a mim! Caracterizo os meus cozinhados como simples e rápidos, onde domina o tomate, a massa e os orégãos. Mas de vez em quando, lá vem o marido ajudar. E sempre que tem o dedinho dele os ingredientes crescem e crescem e aquilo é uma salgalhada total. O único episódio positivo que me lembro foi uma massa com molho de tomate que ele me fez que se igualava à melhor massa que eu já comi em Nápoles (acho que não foi por ter chegadao a casa esganada de fome). Como ele é doidinho por Itália e por massas frescas (ou não fossem os pais de um amigo nosso terem uma loja de massas acabadinhas de fazer), aventurou-se na primeira aula de culinária. E não se ficou por menos, foi logo escolher como professora a chef Lígia, vencedora do Masterchef português, que tem a seu cargo o recente Club Mastercook, em Famalicão.
Ontem à noite veio com imensas histórias, ideias e expectativas para os próximos pratos que me vai cozinhar. Ele adorou a aula e a chef Lígia é muito simpática e acessível. Eu estou curiosa, afinal vou ser das primeiras cobaias. Acho que vou deixar o panfleto da pizzaria ao lado dos talheres!

Retirado daqui

3 comentários:

  1. Adorava que o meu namorado quisesse aprender a cozinhar! Ainda por cima podia mesmo aprender com a vencedora do masterchef já que ela é da minha terra e tudo ;)

    ResponderEliminar
  2. Boa sorte... isto de ser cobaia não é fácil!! ;)
    Inês
    perfect-home.blogpsot.com

    ResponderEliminar
  3. Excelente iniciativa, a do teu marido!

    Eu também frequentei um workshop da Lígia e adorei :)

    beijinhos e bom proveito! ;)

    ResponderEliminar