11 de março de 2012

A logística do desporto

Desde que eu pratico desporto que tenho que preparar o saco e desfazer o saco do treino. É quase como um ritual já mecânico onde não podem faltar alguns ítems. Se já vou equipada, o saco vai mais leve, se vou directa  de algum lado, o equipamento pesa sempre mais um bocadinho.
As coisas começaram facilitadas, pois como o primeiro desporto foi a natação, não era necesária muita coisa e o fato de banho, touca, óculos e chinelos não pesam muito. Depois na vela e no hipismo também não andava muito carregada, pois ia sempre equipada com a tralha toda. Mas depois no andebol (e nalguns jogos de futsal que ainda fiz com a minha equipa de andebol - estranho, eu sei), as coisas foram ligeiramente diferentes. Principalmente na época da faculdade, em que eu tinha que levar o saco para as aulas pois ia seguida para o pavilhão. São os calções e a t-shirt, o soutien e as meias, as sapatilhas e as joalheiras, os elásticos e o pente, a toalha e a lingerie de muda, o shampô e o amaciador, o gel de banho e os cremes para depois do banho e, muito importante, nunca esquecer os chinelos de banho. E isto no verão, porque no inverno ainda acrescia um polar e umas calças de treino. Pesava um bocadito, mas como a minha mãe sempre diz "quem anda por gosto não cansa".
Hoje continua tudo igual, mas com um pequeno grande pormenor, já não me desloco de transportes públicos, por isso o carro é que carrega!
Isto tudo para dizer que não compreendo a lógica do meu marido a preparar o saco de desporto: 3 pares de meias, 2 pares de calças de treino, 2 calções, 3 t-shirts, 2 pólos de manga comprida, 2 toalhas.......e depois anda à procura de um shampô que também tenha a função de gel de banho para não carregar muito o saco! Eu já lhe perguntei várias vezes o porquê de levar metade da gaveta de roupa de desporto. Ele diz que é para andar prevenido. E que até já deu jeito a colegas que se esqueceram de alguma coisa!!! Será que isto é só dele ou é coisa de homens?!

1 comentário: