20 de abril de 2012

Acordar pela fresca

Hoje foi dia de acordar bem cedinho. Quando eu ou o marido supimpão temos análises clínicas para fazer, costumamos acordar mais cedo e vamos os dois (mesmo que as análises sejam apenas para um), para depois nos sentarmos calmamente numa confeitaria a tomar o merecido pequeno-almoço. E hoje não foi excepção, a não ser o facto de já termos acordado em cima da hora, de ter descido as escadas e vê-lo tirar roupa da máquina, de lhe perguntar porque é que decidiu colocar uma máquina de roupa a lavar ontem à noite quando o estendal está cheio de roupa ainda por secar, de ter ficado em casa a estender o que ainda cabia no estendal para ele não se atrasar nas análises. E depois de tudo isto voltou tudo ao costume. Sentamo-nos na confeitaria a tomar o pequeno-almoço. Despedimo-nos e dissemos um até já à hora de almoço. Cheguei ao gabinete e o “esquimó” cá do sítio (ele só pode ser esquimó para ter calor com este tempo) tem a janela toda aberta. Conclusão 1: mais um dia normal! Conclusão 2: enquanto umas se queixam que os maridos não fazem nada, eu ainda me “queixo” que o meu faz a mais!

3 comentários:

  1. Ai quem me dera o meu nada faz hehehe mas pronto também trabalha muito, tens muita sorte. Bom FDS

    ResponderEliminar
  2. É lindo não é?!!! Não sei porque não o trouxe logo na altura, que burra!!! Pois e era mesmo isso que pretendia, vestir agora e depois mais informalmente.
    Obrigada pelas sugestões, já fui ver e adorei-as, depois mediante o vestido que comprar...
    Eu também gosto de andar á caça... mas é já tão em cima da hora que temo comprar qualquer coisa sem gostar verdadeiramente... veremos!!!
    Mais uma vez obrigado!!!!

    Sabe tão bem esses pequenos almoços, adoro!
    Pois, não te devias queixar... ;D

    ResponderEliminar
  3. Que sorte, o meu nao faz nada e se lhe peço algo simples, parece uma barata tonta. ehehe. bjs

    ResponderEliminar