14 de abril de 2012

Sexta-feira 13. E não é que tive um pequeno azar?

Ontem foi um final de tarde bastante preenchido. O último compromisso acabou num café à beira mar com muita chuva e vento à mistura. No caminho para o carro cobri a cabeça com um lenço para não me molhar muito. Até aqui tudo bem! Mas agora vem a parte do azar: lenço não só na cabeça como nos olhos, andar rápido porque chovia a potes, chegar perto da entrada de uma galeria que nos abrigaria até ao estacionamento, espetar-me contra uma porta envidraçada e ficar com um galo na testa! Muitas risadas, claro!
Quem anda à chuva, molha-se! E se não estiver atento também pode dar cabeçadas em portas de vidro!

Sem comentários:

Enviar um comentário