27 de fevereiro de 2013

"Atropelei" uma adolescente

Estou eu a estacionar em espinha em frente a uma escola secundária. Está um grupo de raparigas crescidas a falar e reparam que eu começo a fazer a manobra para o estacionamento. Acham que se mexeram? Nada!  Nickles. Nem meio milímetro. Ok, o carro não ficaria com o rabo assim tanto de fora, por isso não me importei e lá fui eu avançando devagar, muito devagarinho para também não ficar no meio da rua. Aparece então a popstar lá da escola. De calça vermelha e casaco de pêlo branco. Com os lábios pintados e super morena. Aparece para ir falar com as amigas e coloca-se ainda mais perto do meu carro, que por acaso estava a avançar. Só não via quem não queria! E pimbas. Queixou-se ela da pernoca. Pela cara não a aleijei. Fez-me cara de má até eu ter gesticulado com os lábios: "Não achas que devias estar mais atrás?". A partir daí ela fingiu que nada se passou. E eu também! Mas no caminho pensava que deveria ter ido perguntar se estava bem (que eu vi que estava) e dizer que elas deviam ter atenção. Olhem se eu fosse uma louca e estacionasse à maluca!?...Mas pronto, fico à espera de chegar ao carro e não ter uma biqueirada das botas tigresse!

4 comentários:

  1. Estes miúdos de hoje em dia.... Eu só penso que não quero criar a minha filha para ser assim porque se for vai aprender a não ser ahahahahah

    ResponderEliminar
  2. É cada um! E alguns miúdos a passar na passadeira muito devagar propositadamente! Em lisboa moro perto de uma escola...é o degredo!

    ResponderEliminar