22 de fevereiro de 2013

Mãe parva

Foi assim que me senti esta semana enquanto dava a sopa ao Baby Boy. Depois de 10 colheres começou a esfregar os olhos e não quis mais. Decidi deitá-lo e ele adormeceu logo. Quando acordou aqueci a sopa que ele deixou e tentei outra vez. Mas não sei porquê, ao sentá-lo na cadeira da papa apenas apertei-lhe uma das pernas. Ele estava tão bem sentadinho. E era só por um instante. Mas depois tive que ir descascar a pêra e quando o ouço "nhá nhá nhá" vou à sala e vejo-o preso por uma perna a escorregar pela cadeira abaixo.
Que parva que eu sou. Tenho sempre tantos cuidados com tudo e acontece-me isto. Podia ter sido pior. Na altura até me deu para rir. Mas pensando bem na situação tive muita sorte.

3 comentários:

  1. Acontece, não somos más por isso... somos humanas. Já me aconteceu muita coisa desse género, de virar as costas um segundo e ela ter caído da nossa cama... no outro dia foi do cavalinho de madeira. Faz parte!

    ResponderEliminar
  2. Nao te matrizes, acontece a todas!!!! Bjs

    ResponderEliminar