12 de junho de 2013

1 ano....Parabéns Baby Boy

Foi há um ano atrás que conheci a carinha laroca do Baby Boy. Para ser sincera não posso dizer que foi o momento alto da minha vida, se calhar até foi um dos baixos. A anemia pós parto tomou conta de mim nos primeiros dias e assim que vi que  Baby Boy estava bem e tinha os olhinhos abertos "desliguei" um bocadinho para o mundo. Andei um bocado a navegar e com o tempo a paixão louca pelo meu filho apareceu e tudo começou a fazer sentido.
Este foi um ano de muitas experiências, de aventuras, de incertezas, de beijinhos, de evoluções, de aprender a viver de outra forma (sim, porque depois de nascer um filho a vida não é a mesma, é que não é mesmo!). Valem-me as avós que nos proporcionam a oportunidade de vivermos alguns momentos como se voltássemos a ser novamente namorados. Mas até nesses momentos é inevitável não pensar no nosso sapinho, por isso, não é bem como se fosse há 10 anos atrás.

Com 3 dias de vida
Hoje foi um dia em cheio, que começou com uma manhã cinzenta a ver televisão e a dormir. Depois veio o almoço, a primeira ida do Baby Boy a um restaurante (não posso dizer que foi espetacular, principalmente quando o Baby Boy acaba a refeição e no meio do silêncio começa a puxar para fazer cócó, e quando digo puxar, é mesmo puxar! Mas podia ser pior!). Após um bom peixe deu para uma esticada à beira-mar, com um sol fantástico e uma brisa mesmo a calhar. Mais uma sesta (e grande!!!) e depois visita às avós. Muita brincadeira pelo meio, um lanche no jardim cá de casa e a típica alegria ao ver os tios. Esqueci-me de fazer um bolo, tamanha era a moleza de um dia de férias passado nas calmas, mas nada como boas pastelarias nas redondezas. O Baby Boy gostou de enfiar a mão no chantilly e provar esta novidade. Por ele, ficava o resto do tempo a repetir tal façanha (incentivada pelo tio, claro).
Acho que o Baby Boy percebeu que era mesmo o dia dele. E que venham muitos mais.

Chapéu Vertbaudet
Casaco Laranjinha
Macacão Zara
T-shirt Benetton
Triciclo ToysRus


Agora tenho que me focar na festa de aniversário. Gerir quantidades de doces e salgados, gerir convidados (quando faço uma lista apertadinha e me dão 80 pessoas e depois o maridão decide convidar toda a gente que liga - mesmo que não faça parte da lista - é de me levar à loucura...), gerir a 6ªf à noite e o sábado de manhã para confecionar tudo e decorar a casa (porque é que eu acho que me vou esquecer de alguma coisa importante?!), esperar que venha bom tempo e tentar desfrutar de tudo.


Pompons de seda feitos em casa
(bem me parecia que faltava uma foto)

6 comentários:

  1. Os meus parabéns atrasados ao teu principezinho! Eles merecem tudo, estes nossos amores pequeninos! :) beijinho à mae de parabéns também! :)

    ResponderEliminar
  2. Mais um beijinho para o pequeno principe!

    ResponderEliminar
  3. Muitos muitos parabéns ao pequeno príncipe!
    Um beijo enorme para a mamã.
    É um dia de muitas emoções!
    Fico à espera das fotos da festa!
    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Muitos muitos parabéns!!! A vida muda realmente, mas acho que compensa tudo!!! Ainda para mais vivemos numa era em que as avós nos ajudam a descoprimir, e até isso nos faz dar mais valor aos momentos que passamos com eles. Espero que a festa corra bem, mas vai correr de certeza!!!! Um grande beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Que aniversariante lindo! É mesmo um príncipe! :) P.S. Adorei a parte do maridão convidar toda a gente que ligava!!lol

    ResponderEliminar
  6. Muitos parabéns atrasados!! :) Ser mãe muda realmente tudo!! :)
    (adorei a toalha do jardim! de onde é? :))
    beijo

    ResponderEliminar