8 de outubro de 2014

O importante é não parar

Depois de uma vida completamente ligada ao desporto de equipa, deparo-me com o que mais temia: estou por minha conta...e agora? Praticar desporto coletivo e/ou de competição está fora de questão, pela exigência e disponibilidade. A inscrição no ginásio ficou de parte, pois pela minha pequena experiência cheguei à conclusão que a relação preço/frequência não compensava. Resta-me agora conseguir motivação para o fazer sozinha, ao ar livre ou em casa, com os conhecimentos que fui adquirindo ao longo de todos estes anos. Não é fácil. Há sempre mil e uma desculpas para não ir. Horários e rotinas a cumprir. E agora com a chegada do inverno ainda mais contrariedades parecem existir. Nos dois meses em que me iniciei por conta própria acho que saí de casa três vezes para me exercitar. Que desgraça. E o pior é que começo a ver os resultados de quem começa a ficar mais sedentário. Não gosto nada!!!
Sei que é tudo uma questão de organização e motivação. Não podem haver desculpas para tirar um tempinho para mim e ficar mais saudável, com mais energia e ainda conseguir umas doses extra de paciência. Sei que assim vou ser mais feliz, vou andar mais leve, menos preguiçosa e mais positiva.
Sei que há muitas mulheres que passam pelo mesmo e com o passar dos dias, das semanas e dos meses vão-se acomodando ao seu corpo e à sua forma. Mas temos que querer mais, querer estar bem. Primeiro para nós, depois para os outros.
Antes que eu deteste o que vejo ao espelho (e porque já começo a não achar muita piada), vou mentalizar-me que é agora o ponto de viragem da minha motivação. Já anotei na agenda os dias em que faço treino e não me posso desviar do programado. Já não tenho compromisso com um clube, com um grupo, com o ginásio, agora o compromisso é comigo. 
Quando queremos, conseguimos!

8 comentários:

  1. Força Supimpona! Estou Contigo!!! Tmabém preciso de motivação. E não é fácil ma tenho-me portado bem e isso faz-me sentir melhor! Por quanto tempo me aguento? Lets see...

    ResponderEliminar
  2. O que eu me revejo neste post!! Sempre pratiquei muito desporto até ser mãe... Chega tarde a casa, ter tempo para as tarefas domésticas e ainda aproveitar a minha pequenina não estou a conseguir encaixar o exercício físico!! E também já começo a não gostar do que vejo ao espelho... o corpo já não é o mesmo! Vai deixando dicas! Estou contigo nesta luta! Preciso de motivação! :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. ai..... motivação, era mesmo o que precisava!!
    Força!! Para quem está habituado, acredito que será um pouco mais fácil.....
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Eu tento... andei o verão todo a dizer que ia conseguir um tempinho ... até ter as gémeas, já cm uma filhota de 3 anos corria todos os fds (ia aos treinos de volei e jogava pela nossa equipa no campeonato nacional do INATEL) mas com tres miudas agora não é facil... mas eu acredito que ainda vou conseguir...
    Boa sorte desse lado :)

    ResponderEliminar
  5. Ui, Joana, quem me dera ter um décimo da tua determinação...

    ResponderEliminar
  6. concordo contigo! foça de vontade é tudo :)

    ResponderEliminar
  7. Acredito que nem sempre é fácil, cada uma com os seus motivos e afazeres. Algumas vezes arranjamos desculpa, outras não temos mesmo oportunidade. Não sou especialista nestas coisas, mas em breve faço um post com várias opções! Nem sempre é possível ir a um ginásio ou ir dar uma corrida ao parque.
    Quem tiver um tempinho não se esqueça das sapatilhas e de fazer qualquer coisa, nem que seja uma caminhada!
    ;)

    ResponderEliminar
  8. Estou de olho em ti... :p

    ResponderEliminar