3 de novembro de 2014

Da bondade das pessoas

Ontem estava sozinha com o Baby Boy no IKEA, quando ele começa a ficar irrequieto e me pede colo. Pensei logo "este miúdo está um mimado....só mimo". Ele insiste e diz que lhe dói a barriga e eu acabei por pegar nele. Minutos depois ele começa a tossir e despeja o pequeno-almoço por cima de mim. Coloquei-o no chão até ele acabar "o serviço", sempre a dizer-lhe "está tudo bem, não te preocupes, a mamã está aqui". Uma senhora passou e perguntou se precisava de ajuda. Pedi que avisasse algum funcionário. E a senhora lá foi. Segundos depois está uma rapariga a tirar lenços de papel para eu limpar o meu filho e ficou ali na zona, uma vez que estava à espera de alguém. As pessoas continuaram a passar e algumas diziam: "coitadinho", "pobre criança" "blhac", "xiiiiii"......mas de todos os que teceram esses comentários nem um parou e perguntou se estava tudo bem. Não estava à espera que toooooda a gente parasse e oferecesse ajuda, mas também me poupavam a estes comentários, como se fosse uma coisa tão negativa. Sim, estava a precisar de ajuda, mas não foi nenhum drama. Minutos depois, duas raparigas simpáticas deixaram-me ficar com os pacotes de toalhetes que tinham. Diziam elas "fique com todos, vai precisar". Quando reparei em mim.....bem.....nem sabia por onde começar a limpar. Foi da blusa às botas e nem a mala escapou. 
E depois de uns 10/15 minutos nestas tarefas de limpeza não apareceu ninguém da loja. A rapariga dos lenços que ainda andava por ali colocou um carrinho para ninguém pisar a poça e eu peguei no Baby Boy e fomos diretos para casa. Um belo banho, troca de roupa e ficamos impecáveis.
E isto fez-me pensar que, apesar da maior parte das pessoas que por ali passou ter praticamente ignorado a situação, ainda há pessoas bondosas, preocupadas e disponíveis para ajudar. A essas, mais uma vez, muito obrigada :)

6 comentários:

  1. Bem, isso é que foi...! Mas sim, tens razão, felizmente ainda há gente preocupada e bondosa :)

    ResponderEliminar
  2. Tenho uma situação parecida com o tesourinho, mas com uma queda que deu em pleno centro comercial e que sangrou imenso do nariz e boca. Todos passavam e diziam coitadinho, apenas uma senhora já com alguma idade, me perguntou se precisava de ajuda e depois seguindo os pingos de sangue, me apareceu no WC com um copo com gelo.
    Ainda bem que ainda existe gente boa.
    Bjs e as melhoras do pequeno!
    MJ

    ResponderEliminar
  3. Uma vez eu dei uma senhora queda e magoei-me numa perna, mas as pessoas que passavam ou olhavam de lado ou riam disfarçadamente. Eu lá me levantei, a custo, e consegui alcançar uma cadeira onde me sentei, a sentir-me a pessoa mais desgraçada do mundo.
    Bem, eu sei que a cena da casa de banana é material humorístico universal, mas mesmo assim, custou-me muito perceber que há muitas pessoas que não reagem como nós reagiríamos.
    Beijinhos e as melhoras do Baby Boy

    ResponderEliminar
  4. e no meio disto tudo, ficou tudo bem com o baby boy? :) beijinhos!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Diana, depois desta situação o Baby Boy ficou como se nada tivesse acontecido. Ele anda com muita expectoração e a tosse dá-lhe vómito :( Felizmente parece estar a melhorar :) Beijinho grande.

      Eliminar