12 de dezembro de 2014

Ser mãe também é...

...estar quase 1h a tentar adormecer o Baby Boy e ele sempre a arranjar desculpas para não dormir.

- "Mamã, não consigo dormir porque estou a morrer...." (não sei bem se ele sabe o que a morte significa, mas acho que não).
- "Quero beber água, porque estou com tosse e depois não consigo dormir!"
- "Estou a ficar constipado porque estou com frio e vou ficar doente...e não vou conseguir dormir" (isto depois de eu lhe tentar colocar o edredon por cima e ele recusar).
- "Mamã, o Faísca e o Luigi (para quem não sabe, duas personagens dos desenhos animados Cars) têm que estar a olhar para mim, senão não consigo dormir."
- "Eu tenho que ir para a cama do papá e da mamã para dormir quentinho...."
- "Mamã, tira a minha almofada para eu dormir à vontade.......(3 segundos)......mamã, onde está a minha almofada, sem ela não consigo dormir."
E quando eu fingia que estava a dormir sentada ao lado dele.......
- "Percebeste, mamã?!"

Não fosse o meu estado avançado de sonolência e tinha-me atirado para o chão a rir! Mas o o que na realidade aconteceu foi esquecer as "teorias" e levá-lo para a minha cama. Adormeceu em 3 minutos, se tanto!

8 comentários:

  1. Isto podia ser um post meu!
    Este é o retrato das minhas noites a adormecer pequeno A, mesmo a parte de fingir que durmo.
    Tal e qual...
    "oh mamã tás aí?" (e a olhar para mim!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que coragem......não sei se aguentava todas as noites. A parte do fingir que durmo costuma resultar, mas às vezes ele está virado para a conversa e não há quem o pare.....estas crianças são uns postais :)

      Eliminar
  2. Parece que estavas a ver um episódio lá de casa.... igualinho!!! e depois faço o mesmo que tu, que se lixe as teorias...
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, as teorias são bonitas quando estamos grávidas e queremos entrar no mundo da maternidade sem ainda a ter vivido. Depois, quando nos deparamos com as questões, as teorias não passam mesmo disso, teorias!

      Eliminar
    2. E depois não são só as nossas teorias, são também as das pessoas á nossa volta. Toda a gente tem uma opinião e uma coisa a dizer... eu tento sempre não ligar, mas á vezes aborrece um bocadinho :)
      Já vi aqui é que não estou sozinha, não estamos ;)
      Embora a minha maior preocupação seja o bem estar da nossa familia, ás vezes acho que estamos a fazer mal, a ela e a nós enquanto casal... mas sinceramente não consigo fazer melhor... ;)
      beijinhos

      Eliminar
    3. As teorias das pessoas que nos rodeiam, e então daquelas que nem filhos têm, são fantástica e muitos vezes terríveis. As pessoas não compreendem que as crianças não são iguais, os pais não são iguais, as famílias não funcionam de forma igual!
      Eu também penso que muitas vezes não atuo corretamente, mas às vezes não é possível de outra forma.
      O importante é as crianças e os pais serem felizes :)
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Como eu compreendo!! É por situações semelhantes que a Mariana está a dormir com os papás novamente... Passou a adormecer na nossa cama e agora já não vai para a cama dela!! É um retrocesso eu sei... mas sabe tão bem tê-la ali!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que nunca podemos dar por garantida uma vitória. Olha o exemplo do Vicente: antes comia tãoooo bem a sopa, agora diz que não gosta; quando era bebézinho dormia a noite toda e agora acorda imensas vezes; começou a adormecer super rápido e agora demora eternidades...enfim, o nosso cansaço e paciência muitas vezes também não ajudam a insistirmos numa estratégia consistente! E se a Mariana e os papás dormem bem a noite toda.....um dia ela há-de querer dormir sozinha :)

      Eliminar