6 de janeiro de 2015

Happy Christmas

O Natal foi tranquilo. Claro que há sempre alguma azáfama à mistura, mas já faz parte, não conta. Com o frio que se sentia na rua, nada melhor que uma casa quentinha e a cheirar a doces para nos aquecer. E como me sinto sortuda por poder passar uma noite assim em família.
A decoração não podia ser esquecida e, sem grandes pretensões, optei sobretudo pelo branco, com algum verde à mistura. Velinhas e luzinhas também ajudaram a dar um ambiente aconchegante.
O bacalhau cozido com batata e couve são as estrelas da mesa, mas sem esquecer o molho fervido da minha bisavó, que dá um toque diferente e torna o Natal ainda mais especial. Estreei-me nas rabanadas e não ficaram como deveriam, mas estavam quaaase lá.
Este ano, com o Baby Boy mais crescido, a espera e a abertura dos presentes foi bem diferente. Ninguém se vestiu de pai natal, pois ele não gosta. Simulámos antes uma chegada do senhor de barbas à porta de casa. Assim que ouviu bater à porta ficou curioso, mas bastou alguém dizer que era o pai natal a deixar as prendas que ele tinha pedido para começar o "nãoooo, nãooooo, nãoooo quero". Depois de perceber que só lá estavam as prendas, porque o pai natal estava com pressa e ainda tinha muitas casas para visitar, já ficou entusiasmado outra vez. E as horas seguintes foram de muitas gargalhadas e sorrisos. 







2 comentários:

  1. Pormenores deliciosos!! Por isso também gostava de fazer o natal em minha casa 😊 um dia!! Beijinhos

    ResponderEliminar