14 de maio de 2015

As noites

As nossas noites nunca são espetaculares. De vez em quando lá vem uma em que o Baby Boy dorme seguidinho e até parece mentira. Outras é só dizer "dorme!" e ele vai ficando. Depois temos as noites em que duas vezes a ir ao quarto dele são suficientes e aquelas em que já não temos paciência e ele acaba na nossa cama. A somar a estes cenários agora tenho as "minhas " noites. Posição para dormir é complicado. Dor de costas. Insónias. Para sair de cama quase só de guindaste, tais são as manobras necessárias. Nada se recomenda por estes lados, portanto!
E como ainda me vai sobrando alguma lucidez e boa disposição, aqui ficam as nossas noites personificadas com os heróis do Baby Boy.

Noite Homem-Aranha
O Baby Boy vem para a nossa cama e só consegue dormir encostado à parede, em baixo da minha almofada e com os pés em cima do pai. Só lhe faltava trepar a parede e dormir no teto, tal e qual as aranhas.

Noite Faísca Mcqueen
Seja na cama dele ou na nossa tem que haver sempre um carro ao lado, ou dois, ou três, ou muiiiiitos!!!! Difícil é não acordar em cima de algum veículo.

Noite Monstro das Bolachas
Quando ele acorda algumas vezes e é só dizer "dorme" nem é muito mau. Pior é quando abre os olhos, senta-se e diz "mamã, tenho fominha". E nem pode ser uma bolacha maria, têm logo que ser duas, que ele é menino de sustento. Depois disso nem é preciso dizer nada, deita-se e adormece em 3 segundos.

Noite Mickey Mouse
Uiiiiii, são aquelas noites em que ele ainda não adormeceu e fala, fala, fala. E depois aquelas em que ele dorme e fala, fala, fala....a única diferença com o Mickey é mesmo a vozinha mais fofa que o Baby Boy tem em relação ao rato.

Noite Henry, o Monstro Feliz
Quando lhe dá para sonhar alto tanto começa ao choro como a rir-se perdidamente. Às vezes nem sei bem o que fazer, mas ultimamente nem me meto na "conversa" dele. Aposto que sonha com algum monstro (e por isso chora) que depois é comido por um dinossauro (e por isso ri-se).

Noite Bela Adormecida
(esta é mais a minha noite e não a dele)
Noites fantásticas, em que só acordo umas duas vezes para me assegurar que ainda não me levantei ou que não ouvi ninguém a chamar. O Baby Boy dorme profundamente e acorda sozinho e super bem disposto. Pena as Belas Adormecidas serem raras!!!




1 comentário:

  1. Adorei este 'post', Joana, cheio de humor e imaginação!

    Os meus votos sinceros são que a Bela Adormecida não se faça tão rogada e passe a ser a regra aí por casa...

    Um beijinho

    ResponderEliminar