14 de junho de 2015

Uma festa muito aconchegante

Andei eu a preparar uma festa de verão para depois o sábado nos brindar com chuva e frio!!!!! Não foi por isso que o Baby Boy deixou de se divertir, mas o certo é que podendo aproveitar o nosso jardim seria muito mais agradável e mais espaçoso para os miúdos. 
A festa foi do mais simples que há. Menos pessoas que nos anos anteriores, o que deu margem para falar com todos calmamente. As decorações, essas, foram as mínimas e indispensáveis: uma vela do Faísca num bolo caseiro, uns copos alusivos ao tema para os miúdos e uma cortina de balões para dar um ar mais festivo. A cara de alegria do Baby Boy assim que viu a vela do Faísca deu-me uma lição, mais uma vez. Para quê tantos ornamentos se eles ficam contentes com o mais simples?! Claro que gosto de festas bem decoradas, pensadas com pormenores engraçados (assim que voltar à minha melhor forma volto às festas com mais detalhes), mas não haja dúvida que é mais para nós adultos que para eles crianças.
As fotos ficaram esquecidas, mas a correria e alegria na cara das crianças vale mais que muitas imagens. Apenas tirei uma ou outra e depois nunca mais peguei na máquina.
A ementa não foi contestada e acho que não estava nada má. Deixo aqui algumas sugestões: massa fria de fusilli tricolor com atum, cubos de fiambre e azeitonas, salsichas pequenas, tomate cherry, caldo verde (pensado à última hora  para aquecer uma noite fria), patê de atum caseiro com tostinhas integrais, morangos e melancia cortados para ser mais fácil comer, chá frio de frutos vermelhos com canela e hortelã...... Para os mais novos tinha uma massa à bolonhesa para a hora de jantar, já que normalmente todos gostam. 
Apesar de ter sido uma festa pequena dá sempre trabalho, mas aqui o meu marido e os tios meteram mãos à obra e ajudaram imenso.




O delírio foi com as prendas. Não cabia de contente sempre que a campainha tocava só para ver que prenda ia chegar (interesseiro este meu filho!). Não interessava quem era, desde que trouxesse uma saca na mão, era bem-vindo. Agora o canto da sala destinado aos brinquedos parece que teve uma revolução pós-Natal. Acho que está a precisar de uma revisão aqui da mamã. Ou fica, ou vai para o lixo (alguns já nem sei bem o que são), ou vai para uma instituição.


1 comentário: