10 de novembro de 2015

As noites

Poucos dias após a Baby Girl completar os 3 meses, decidimos colocá-la a dormir no seu quarto, que para já também é o quarto do irmão. Apesar de termos um quarto disponível para ela, achamos que a partilha do mesmo espaço entre irmãos tem muitas vantagens.
Antes desta mudança eu estava com alguns receios. Apesar do Baby Boy ainda ser pequeno, 3 anos de diferença nestas idades implica necessidades e rotinas completamente diferentes. E como íamos conseguir adormecer o Baby Boy no quarto dele quando a maninha se deita mais cedo? E se um deles chorar, o outro vai acordar? E para dar o último biberão de leite, o mano não vai acordar?
Bem, questões à parte, arriscamos. Já lá vão 4 semanas e para já não nos podemos queixar....de nada! Ele já sabe que quando entra no quarto a mana já está a dormir e faz o que lhe peço, um barulho baixinho (como quem diz, sussurra). Entretanto adormece e, um pouco mais tarde, o meu marido entra em ação. Vai buscar a Baby Girl e dá o último biberão de leite no nosso quarto, sempre com luz fraquinha e sem a despertar. Volta a colocá-la na cama dela e tem dormido até de manhã. Nem sempre dormem seguido. Ela porque quer a chupeta, ele porque quer água ou acha que já é de manhã. Mas o que é certo é que quando um deles acorda a chamar o outro não desperta, acho que nem dá por isso. Também já tivemos uma ou outra noite um pouco mais atribuladas, mas o saldo é bastante positivo. Vamos ver se assim continua, tudo no bom caminho.
Os quartos de nossa casa não são muito grandes, mas temos espaço suficiente para dormirem juntos, pelo menos até acharmos que cada um precisa do seu próprio espaço ou no caso de algum deles estar a prejudicar frequentemente o sono do outro.

Quando eu era pequena também cheguei a partilhar o quarto com os meus irmãos, pois tinha medo de ficar sozinha no meu. Havia noites em que fazíamos tiro ao peluche, que era basicamente atirar os meus bonecos de uma cama para a outra a tentar acertar uns nos outros. O edredon era o nosso escudo. Era uma animação.
Espero que os meus filhos também tenham peripécias engraçadas para contar e que desenvolvam uma grande amizade, como a que eu tenho com os meus irmãos.

Bons sonhos.





4 comentários:

  1. o último parágrafo é músico para os ouvidos de um pai

    ResponderEliminar
  2. O quarto está lindo e transmite tanta serenidade. :) Por cá também optamos por colocar os dois no mesmo quarto. Mas o mais pequeno ainda acorda tantas vezes que só tem dormido na caminha de grades o primeiro sono, depois vou buscá-lo e acaba por dormir na nossa cama. Só assim temos conseguido descansar um bocado.

    ResponderEliminar