13 de janeiro de 2016

Ser mãe também é...

...conhecer novos animais.
Quando o Baby Boy avista uns passarinhos em bando e diz "mamã, mamã, olha, são águias".
"Não filho, as águias são maiores".
"Mas estas são um tipo de espécie de águia com asa preta, percebes mamã?".
Vou ter que lhe mostrar espécies de águias para ele perceber que as águias são bem maiores do que aqueles passarinhos.

6 de janeiro de 2016

Resoluções?!

Estava eu com a minha amiga e companheira de corridas a caminho da nossa prova de São Silvestre. Conversas normais, fúteis e algumas coisas mais sérias à mistura. Eu ia criticando este, aquele, colocando um defeito numa situação e vendo um cenário negro noutra coisa qualquer. Até que de repente, a minha amiga me sai com uma coisa do género: "aiiii, pára de ver mal em tudo.....andas de mal com a vida?". Estas palavras assim, vindas de uma pessoa de quem gosto muito não me causaram mal-estar. Conhecemo-nos há bastante tempo e acho que muitas vezes funcionamos um bocadinho como irmãs confidentes. Aliás, até lhe agradeço ser sincera comigo, sem rodeios. Depois deste dia e desta frase fiquei a pensar e a refletir. Revi atitudes minhas, pensei em palavras que disse e não queria. Já para não falar que os sentimentos de revolta, injustiça e insatisfação que às vezes sinto só me trazem stress, cansaço e negativismo. Logo eu que me achei sempre tão positiva em relação à vida e à sociedade. Agora vejo-me desgastada, exausta, só a reparar no que está mal.
Não tinha definido nenhuma resolução para o novo ano, mas decidi que vou tentar ser uma pessoa menos exigente com os outros, mais ponderada nas atitudes, mais compreensiva e paciente. Vou cultivar a minha paz interior.
Estou a colocar-me à prova. Quero uma vida mais harmoniosa com os outros, mais zen, mais leve. Este vai ser o meu lema para este ano e espero que para sempre.
Já o estou aplicar. Não está a ser muito difícil. Sempre que fico tentada a uma crítica má, penso nas coisas boa. Está a funcionar, para já. Estou a ficar mais otimista :)

Imagem retirada do Pinterest

5 de janeiro de 2016

2015 já passou

Nunca é tarde para fazer uma retrospectiva do que foi o ano que passou. Confesso que há acontecimentos que se vão esfumando na minha memória e só com o auxílio de fotos é que se avivam. Por norma são os momentos menos bons! Ainda bem!
O meu 2015 começou nas urgências do hospital, com o Baby Boy. Acordou com um olho completamente inchado e logo pela fresca fomos ver o que se passava. Nada de maior. Com medicação ficou bom passado 2 dias.
Estar grávida do segundo filho e receber a minha Baby Girl nos braços foi sem dúvida o acontecimento mais marcante de 2015. Vê-la crescer e assistir ao carinho que o Baby Boy tem pela maninha foi e está a ser das coisa mais apaixonantes de ser mãe (para contrabalançar o lado menos bom da maternidade).
Privilegiei ainda mais os momentos em família e tentei fazer coisas diferentes. Piqueniques na praia na primavera, deixar o Baby Boy explorar as receitas dos doces e tentar uma alimentação mais saudável.
Não esqueci algumas tradições, entre as quais os nossos ovos cozidos em casca de cebola pela Páscoa. Agora com a ajuda do Baby Boy é tudo mais divertido......e cansativo!....eheheh
Tive alguns (muitos) deslizes como mãe. O acontecimento mais caricato neste assunto foi ter deixado o miúdo com um iogurte líquido numa viagem de carro entre a casa dos meus pais e a minha!!!!! Quando olhei para trás nem queria acreditar!
Saber que havia um surto de varicela na escola do Baby Boy 1 dia após o nascimento da Baby Girl deixou-me preocupada. Ele ficou com as pintinhas passado 15 dias mas foi coisa ligeira.
Comecei as corridas. Ainda me custa (então quando vou de manhã bem cedo é que custa.......tannnnnto) mas já se entranharam em mim. Quando não vou sinto falta. Quando estou a correr sinto-me livre. Para além de amiga, ganhei uma companheira de corrida e acabei o meu primeiro objetivo (5km a correr a caminhada de S. Silvestre, que na verdade foram 4,66km porque era tanta gente que no início era impossível andar a mais de 1km/h).
Fiz o primeiro calendário de advento para a família. Fiquei orgulhosa. Diversão total. Aprendi muito com o meu filho. Ele ficava em pulgas para abrir a cartinha. Momentos únicos.

O balanço é positivo, mas quero sempre mais. Mais saúde para as pessoas chegadas que precisam mesmo dela. Mais momentos entre amigos. Mais passeios em família. Mais momentos a dois. Mais horas a dormir. Mais coisas boas a acontecerem!

Espero que 2016 me traga a mim e a todos vocês muita saúde, muita paz interior, muito amor, muita luz, muita alegria.


Estas são apenas algumas imagens do 2015 que já passou.