5 de janeiro de 2016

2015 já passou

Nunca é tarde para fazer uma retrospectiva do que foi o ano que passou. Confesso que há acontecimentos que se vão esfumando na minha memória e só com o auxílio de fotos é que se avivam. Por norma são os momentos menos bons! Ainda bem!
O meu 2015 começou nas urgências do hospital, com o Baby Boy. Acordou com um olho completamente inchado e logo pela fresca fomos ver o que se passava. Nada de maior. Com medicação ficou bom passado 2 dias.
Estar grávida do segundo filho e receber a minha Baby Girl nos braços foi sem dúvida o acontecimento mais marcante de 2015. Vê-la crescer e assistir ao carinho que o Baby Boy tem pela maninha foi e está a ser das coisa mais apaixonantes de ser mãe (para contrabalançar o lado menos bom da maternidade).
Privilegiei ainda mais os momentos em família e tentei fazer coisas diferentes. Piqueniques na praia na primavera, deixar o Baby Boy explorar as receitas dos doces e tentar uma alimentação mais saudável.
Não esqueci algumas tradições, entre as quais os nossos ovos cozidos em casca de cebola pela Páscoa. Agora com a ajuda do Baby Boy é tudo mais divertido......e cansativo!....eheheh
Tive alguns (muitos) deslizes como mãe. O acontecimento mais caricato neste assunto foi ter deixado o miúdo com um iogurte líquido numa viagem de carro entre a casa dos meus pais e a minha!!!!! Quando olhei para trás nem queria acreditar!
Saber que havia um surto de varicela na escola do Baby Boy 1 dia após o nascimento da Baby Girl deixou-me preocupada. Ele ficou com as pintinhas passado 15 dias mas foi coisa ligeira.
Comecei as corridas. Ainda me custa (então quando vou de manhã bem cedo é que custa.......tannnnnto) mas já se entranharam em mim. Quando não vou sinto falta. Quando estou a correr sinto-me livre. Para além de amiga, ganhei uma companheira de corrida e acabei o meu primeiro objetivo (5km a correr a caminhada de S. Silvestre, que na verdade foram 4,66km porque era tanta gente que no início era impossível andar a mais de 1km/h).
Fiz o primeiro calendário de advento para a família. Fiquei orgulhosa. Diversão total. Aprendi muito com o meu filho. Ele ficava em pulgas para abrir a cartinha. Momentos únicos.

O balanço é positivo, mas quero sempre mais. Mais saúde para as pessoas chegadas que precisam mesmo dela. Mais momentos entre amigos. Mais passeios em família. Mais momentos a dois. Mais horas a dormir. Mais coisas boas a acontecerem!

Espero que 2016 me traga a mim e a todos vocês muita saúde, muita paz interior, muito amor, muita luz, muita alegria.


Estas são apenas algumas imagens do 2015 que já passou.







Sem comentários:

Enviar um comentário