26 de fevereiro de 2016

Que raio de praga

Quem me segue no instagram deve ter reparado que há duas semanas atrás descobri piolhos na cabeça do Baby Boy......e na minha (com tanto abraço e raides noturnos do Baby Boy à nossa cama teria sido um milagre eu não ter apanhado)!!!!!!!!! A primeira reação foi um bocado alarmista. Tanto foi que o miúdo saiu logo de casa com o pai para ir rapar o cabelo a pente quatro. Depois percebi que apenas facilita a inspeção à cabeça, mas a praga não vai embora só com o cabelo mais curto.
Fizemos logo o tratamento e passámos uma tarde na casa de banho a desinfestar a nossa cabeça.  Que diversão........Minha nossa, que trabalheira que aquilo dá. Não desejo a ninguém. O meu medo era a Inês, mas felizmente estava limpinha.
Depois passei à parte de lavagem da roupa. Roupa de cama, toalhas, tapetes, mantas, cadeirinhas do carro, gorros.....tudo o que usámos na última semana mereceu o devido tratamento. Foi um fim de semana para lá de cansativo. Ainda por cima com imensa chuva.
Estou a falar-vos disto abertamente, mas sei que ainda é um assunto tabu (acreditem que depois deste episódio fiquei perita na matéria). Há quem ache que é coisa de quem não tem higiene suficiente ou de quem não saiba o que é um banho. Pois é, tudo mito. Pode aparecer em qualquer um de nós. Cabelos compridos ou curtos, loiros ou escuros, crianças ou adultos, ricos ou pobres, quem toma banho 2x por dia ou só quem toma 1x por semana. Aqueles bichos nojentos não escolhem nada disto e até se diz que gostam mais das cabeças limpinhas.
E depois há os pais mal formados, que não querem saber ou que dizem que é impossível o filho ter  piolhos porque toma banho todos os dias. E isto faz com que seja difícil parar a praga numa creche, por exemplo.
Eu espero nunnnnnnca mais passar por isto. Não mata mas mói e dá mesmo muito trabalho.
Ficam aqui algumas sugestões, mas se fizerem uma pesquisa rápida na internet encontram logo uma série de artigos sobre o assunto.
- A prevenção é o mais importante, pelo que daqui para a frente o Baby Boy não se livra de uma inspeção à cabeça 1x por semana.
- No caso de se verificar a existência de piolhos convém ver na família toda. Olhem se eu não fosse ver o meu cabelo, andávamos em círculo a passar uns aos outros. No caso de mais alguém da família ter, faz-se logo o tratamento.
- Avisar logo na escola. Se houverem mais casos e as outras pessoas não fizerem o tratamento, é bem provável que os piolhos voltem a aparecer em nossa casa. É aqui que entra o bom senso dos pais. O meu filho também toma banho todos os dias e lava o cabelo dia sim dia não e mesmo assim teve piolhos, por isso é melhor passar à inspeção e não achar que em nossa casa não há disso.
- Lavar tudo o que esteve em contato com a pessoa, para evitar reaparecimento.
- No site da Paranix, que foi o champô que nos venderam na farmácia, tem tudo muito explicadinho. Basta seguir as indicações e ver as imagens. A mim ajudou-me, mas há outros produtos e sites que têm bastante informação.
E espero que ao lerem este texto não estejam já a coçar a cabeça, pois é bastante sugestivo.
Não desejo esta praga a ninguém!

2 comentários:

  1. Estou com muita comichão agora..... ;)

    ResponderEliminar
  2. Anónimo3/06/2016

    Eu passei pelo mesmo há 2 semanas, haja muito paciência para os eliminar e o meu filho fez febre por causa dos piolhos e ficou com uns papinhos atrás das orelhas, que praga mas concordo plenamente qualquer um pode apanhar e não devia ser tabu.

    ResponderEliminar