27 de abril de 2016

O bom tempo e um piquenique

Era mesmo disto que estávamos todos a precisar, certo? Fim de semana prolongado, calor, sol.....que maravilha. Agora só precisava de mais um ou dois dias para descansar deste mega fim de semana. É tudo muito bonito, não há horários de trabalho a cumprir, colegas mais chatos para aturar, merendas a preparar.....mas há miúdos a acordar cedo, sopas para fazer, fraldas para trocar, birras de sono!!!!!!!
Como nós somos otimistas (ou tentamos ser), no meio dos preparativos para o batizado da Baby Girl, decidimos ir ao parque fazer um piquenique. Merenda preparada (1h30 para ter tudo pronto), passagem pela confeitaria para uns snacks, brinquedos, bicicleta, bola, chapéus, protetor solar, fraldas e toalhitas, manta, carrinho (ufa!!!) e lá fomos nós. 
Que tempo magnífico. E aquele ar puro que se respira no meio das árvores. Lá encontramos um spot com sombra. Tirar tudo e começar a aproveitar. Mas o miúdo só quer comer e apanhar flores bem longe de nós, a miúda já não gosta muito de estar sentada e "reclama" alto e bom som que quer estar de pé ou ao colo a passear.
Tempo de respirar e agradecer o que temos (e também de pensar que ainda não vi os número do euromilhões de sexta-feira passada......raramente jogo que até me esqueço).
Entretanto damos a sopa, atacamos os croquetes e engolimos uns tomates cherry a toda a velocidade. O miúdo está cansado e diz que só quer ir para casa, a miúda só está sossegada a comer e tenta roubar o croquete ao irmão sempre que ele se aproxima.
Afinal estamos todos cansados e só queremos ir para casa descansar. Mete tralha toda no carrinho e rumo à nossa casinha. Este piquenique de 2h foi uma canseira e eu só penso "e quando formos para a praia??????". Acho que não vamos dispensar a companhia da avó e das tias-avós :) Costumam ir para uma praia diferente da nossa, mas acho que vai valer a pena!
Quero acreditar que mais para a frente os nossos programas vão ser mais tranquilos. Apesar de toda a trabalheira deu para olhar para os meus filhos e sentir muita alegria ao vê-los crescer felizes!


2 comentários:

  1. Como me revi neste texto, neste fim de semana prolongado não fiz piqueninque mas sinto que corri uma meia maratona. O pai a trabalhar e eu em casa a tentar fazer de tudo um pouco, tarefas domesticas, brincar, sonecas, birras, fraldas, refeições, sobe e desce escadas, arranjar um programa para tirar a miúda de casa... os meus ossos ressentem-se. No entanto, é cansativo estar em casa com eles, mas ao mesmo tempo dá umas saudades quando se está a trabalhar... cabeça de mãe ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta profissão de mãe é mesmo MUITO exigente, em vários aspetos, mas ao mesmo tempo recompensador :)
      Beijinhos

      Eliminar