30 de junho de 2016

Ser mãe também é...

...deitar-me para dormir e arrumar os chinelos bem para o lado para "arrumar caminho", pois já sei que há um dinossauro bebé que a meio da noite nos vem visitar :)

21 de junho de 2016

Conhecer a nossa cidade

Muitas vezes também somos turistas na nossa cidade/vila/aldeia/bairro/rua. Se estivermos atentos, há sempre algo mais para descobrir e é possível desfrutar de atividades bem pertinho de nossa casa. Hoje em dia, as cidades também estão bastante dinamizadoras e desenvolvem programas giros e interessantes.
No fim de semana passado decorreu o Open House Porto, uma iniciativa que nos dá a possibilidade de visitar edifícios (numa vertente arquitectónica) muitas vezes vedados ao público. Nós conseguimos ir com os miúdos ao Novo Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões. Um edifício lindo, que vimos a ser construído e que já está em funcionamento para os cruzeiros que fazem escala em Matosinhos. Tem um anfiteatro enorme no topo, com uma vista fantástica. O arquiteto que desenhou o Terminal preocupou-se em incluir elementos que nos fazem lembrar o mar. São disso exemplo as paredes que parecem escamas, os extintores em forma de peixe, a manga de acesso aos barcos em forma de cauda......um espaço muito engraçado e que também pode ter piada para os miúdos. Vale a pena!



Entretanto o Vicente pegou na máquina fotográfica e fez o registo do resto da visita. Tirava fotos a tudo o que via e até pedia para sorrirmos para a máquina. Diz que adora tirar fotografias. 
Aqui estão elas (algumas!!!!!!).


16 de junho de 2016

Ser mãe também é...

...comer as barrinhas da Kinder que o meu marido comprou para o Baby Boy.....UPS!!!!

15 de junho de 2016

A festa dos carros coloridos

4 anos de Baby Boy. Tantas coisas vividas nestes 4 anos que é impossível expressar em palavras.
Para o dia de anos queria ir andar de bicicleta com o pai na praia e comer um peixinho no restaurante em cima da areia. Foi mais ou menos isso!!!!!!! Fomos ver os peixes ao Sea Life, que ele adora, e comer batata frita e ovo em frente ao mar, uma das comidas preferidas.
Passando agora à festa, que este ano foi pequena, com a família mais próxima. O meu miúdo gosta de coisas simples e divertidas. Em conversas anteriores para tentar perceber o que ele gostava de fazer no dia de anos, percebi logo que não ia precisar de muitos adereços e temas. Ele decidiu logo que o bolo tinha que ser aquele que fazemos sempre juntos: bolo de chocolate. Quanto a decorações, assim que viu uns carrinhos coloridos com velas que estão em casa desde o ano passado, disse logo que os queria em cima do bolo, a fazer uma corrida. Perfeito. Carrinhos coloridos, festa colorida.
O tempo ajudou bastante, pelo que aproveitámos e muito o nosso jardim. Deu logo uso ao presente dos papás: um escorrega, o brinquedo preferido quando vamos ao parque. Ao final da tarde começou a chuviscar......uma pena! Mas a festa continuou dentro de casa e os miúdos sempre em correrias e brincadeiras. Até a Inês corria com os olhos. O meu filho é um sortudo :)
No final do dia, quando subimos a escadas para ir dormir, ele disse: "mamã, foi uma festa super mega fixe".....derreti!!!!!


14 de junho de 2016

Programa de filho único

Agora que a mana faz mais gracinhas e ainda precisa muito dos nossos cuidados, reparámos que o Baby Boy pede mais colo, mais miminhos e atenção para ele e as suas brincadeiras. Ele adora a irmã, mas, como é normal, há ali um ciúme escondidinho e que aparece em forma de "mamã, agora anda brincar comigo". Durante a semana, os finais de tarde são sempre muito rotineiros, com banhos, jantares e outras tarefas domésticas necessárias, sobrando muito pouquinho para brincadeiras. Ao fim de semana há mais tempo, mas com a Baby Girl ainda não conseguimos andar totalmente livres de relógio e ainda fazemos as coisas ao sabor das rotinas dela.
E porque achamos que seria benéfico um dia só com o Baby Boy, decidimos ir passear com ele até Aveiro. Uma cidade que gostamos muito, com imensas coisas para fazer e ver (......e comer......!). Desde a Costa Nova, ao peixe grelhado, uma viagem de moliceiro e, CLARO, ovos moles, o dia foi perfeito. O Baby Boy portou-se lindamente e adorou este tempo connosco. Miúdo calmo, meigo, falador e inventor de histórias. O meu miúdo!



1 de junho de 2016

Dia dos Irmãos

Ontem foi Dia dos Irmãos. Eu tenho a sorte de ter dois, que apareceram na minha vida logo no mesmo dia, quase à mesma hora. Durante estes anos todos temos tannnnntas histórias para contar........desde desentendimentos a parcerias para enganar toda a família. Tenho a sorte de poder estar com eles e de nos darmos mesmo bem. De saber que se precisar posso contar com eles e eles comigo. E espero que seja sempre assim!
Agora com os meus filhos consigo ver com outra perspetiva a relação dos irmãos, que ainda são tão pequeninos. Consigo assistir desde o início, desde o primeiro dia em que se viram. Percebo que numa relação destas vai haver sempre um ou outro desentendimento, chamadas de atenção, ciúmes, mas também tanto amor, tanto carinho. E sem ninguém ensinar. Há momentos em que é mesmo emocionante ver as "conversas" entre eles. Nem por palavras ou imagens consigo descrever.
Quero muito que eles se vejam sempre como um porto de abrigo e que para além de irmãos também sejam amigos. É assim que lhes vou mostrar o mundo.