19 de julho de 2016

Beach life

Enquanto as férias não chegam, temos aproveitado os fins de semana de sol para fazer praia. Os miúdos adoram e ficam super felizes. Eu também adoro estar na praia, mas confesso que ir com filhos ainda é muito cansativo. Com o Vicente estamos mais à vontade para quebrar rotinas, mas com a Inês temos que estar mais atentos aos horários, pois com o sono e a fome fica um bocado rabujenta.....e com razão!
Com a prática vamos descomplicando e percebendo qual a melhor estratégia. Para já a parte mais difícil de gerir são as sestas após almoço. Se decidirmos alugar barraca e ficar o dia inteiro na praia, quando acabamos de almoçar temos que os adormecer. E como? Vão à vez no carrinho bengala dar um passeio. Quando adormecem vão para dentro da barraca dormir a sesta. E começa a hora de descanso dos pais, à sombra do guarda-sol a ouvir as ondas e a ter conversas do início ao fim. No entanto, adormecê-los após almoço é uma tarefa ingrata, pois detesto exposição ao sol nas horas perigosas. Tentamos cobrir tudo com um pano branco bem grande e aproveitar todas as sombras possíveis e imaginárias. Para já tem resultado mas não acho a melhor solução, pelo que estamos a ponderar ir só de manhã ou optar por irem fazer a sesta em casa e voltarmos à praia de tarde. O mais chato desta segunda opção é o caos para estacionar o carro da parte da tarde, mas se for o melhor, paciência.
Com os lanches tem sido pacífico. Fruta, iogurtes, bolachinhas, sandes e sopas, para quando almoçamos na praia. Ninguém passa fome e tento levar sempre o mais saudável possível. Claro que depois há sempre a bola de berlim (tentamos dividir pelos 3) e às vezes um geladinho de sobremesa.
Não faltam baldes, pás, camiões, regador, muito protetor, chapéus na cabeça e muita brincadeira. As idas à água também são uma alegria, mas sempre muito vigiadas. Quando está bom para mergulhos saio de lá renovada com aquela água fria, que nos dias de muito calor sabe ainda melhor.
Regressamos a casa cansados, mas felizes pelo dia bem passado. Tento deixar tudo adiantado para o jantar (menus simples e rápidos), para podermos ficar mais tempo na praia e para não ter muito trabalho após os banhos, quando já só nos apetece deitar.



2 comentários:

  1. Não há barracas aqui pelo sul!! :| e com guarda-sol ainda é mais difícil! O ano passado, quando a Carminho só tinha 6M era mais fácil, agora ficam as duas super excitadas, e é quase impossível aguentar o dia todo da praia...só aconteceu 1x este ano! :) vida de pais! :) beijinhos

    ResponderEliminar
  2. O meu dilema da praia é sempre adormece-la... tarefa diga-mos impossível :) por isso que optamos já desde o primeiro ano dela de praia de só fazermos praia de manhã, na hora de almoço voltamos para casa. ;) beijinho

    ResponderEliminar