24 de outubro de 2016

Festa surpresa

Cada vez mais gosto de celebrar, de reunir família, de convidar amigos. É sempre uma das resoluções do ano: mais convívios. Não sei porque não o faço mais vezes. A vida corre a uma velocidade louca, a semana sempre com rotinas, as ementas para ninguém passar fome em casa, as tarefas domésticas que nunca acabam......e de repente já estamos no fim de semana e só quero descansar. Com dois filhos ainda pequenos, o descanso nem sempre é sentar-me no sofá e não ter ninguém dependente. Quando dou conta já é segunda-feira outra vez!!!!!

O meu pai completou 60 anos e lembrei-me de organizar uma festa surpresa. Andávamos todos com segredinhos para não haver fugas de informação. Mentirinhas para aqui e para acolá e acho que foi uma boa surpresa. A minha mãe é que não é muito boa para estas coisas e quase desvendava tudo. Depois também nos esquecemos da chave na porta e o meu pai não a conseguia abrir.....enfim, isto de festas surpresa tem sempre umas aventuras pelo meio.
Para o bolo, pedi a uma amiga que me fizesse em pasta de açúcar 7 bonecos que simbolizavam os meus pais, os filhos e os netos. Ficou mesmo engraçado e deu outra vida ao singelo bolo de cenoura que lhe preparei.


2 comentários:

  1. "A vida corre a uma velocidade louca, a semana sempre com rotinas, as ementas para ninguém passar fome em casa, as tarefas domésticas que nunca acabam"... É mesmo verdade.
    Talvez quando as crianças crescerem seja mais fácil. Acredito que olharemos para trás e vimos que foram os melhores anos das nossas vidas :)
    Beijinho

    ResponderEliminar