5 de janeiro de 2017

Saldos

Entrámos na época de saldos e os shoppings estão o caos. Tive que lá ir duas vezes e era roupa espalhada no chão, filas enormes e muita gente a circular. Eu apostei bastante no Black Friday para comprar o que estava mais em falta para os miúdos e uma ou outra peça mais cara que queria mesmo  para mim e que já andava a namorar há uns tempos. Para os saldos ficou pouca coisa, sobretudo porque não tenho ido ao shopping (e assim evito andar a comprar coisas só porque está barato). Aproveitei a facilidade de encomendar via online, comprei umas peças que me escaparam em novembro e não tive que andar na confusão. Nestas alturas também costumo dar uma olhadela aos outlets que estão disponíveis online, pois sobre o preço de promoção há peças que estão ainda mais baratas e que não passam de moda (Mango Outlet, Outlet da Lanidor são dois exemplos). A Zara Home também é das marcas onde gosto de perder a cabeça nesta altura, mas por enquanto não estou a precisar de nada (precisar....preciso sempre, mas não é nada imprescindível).

Ficam aqui umas sugestões, de quem ainda não teve tempo e paciência para ver o que há online e em loja. O importante é encontrar aquilo com o qual nos identificamos e peças que realmente vão ter uso. Da minha parte, comprar por comprar já está fora de questão!

Macacão camiseiro Pull&Bear (15.99€)
Casaco franjas Mango Outlet (12.99€)
Mala cruzada rosa Mango Outlet (8.99€)
Colete branco Mango Oulet (9.99€)
Mala preta Mango Outlet (19.99€)
Sandálias pompons Zara (39.99€)
Vestido florido Mango Outlet (29.99€)
Poncho azul Lanidor Outlet (29.95€)
Sobretudo Stradivarius (29.99€)

5 comentários:

  1. Eu também sou fã das lojas online, prefiro as físicas, mas com crianças...já desisti. E também já perdi a cabeça com algumas peças da Zara :)

    ResponderEliminar
  2. Gosto muito do vestido florido. Ando agora numa de saias e vestidos compridos. :)
    Mas ouve, Joana: não achas que a Black Friday é uma fraude? Que os comerciantes põem etiquetas com preços mais altos para depois aplicarem a percentagem de desconto imaginária e dizerem que os baixaram (mas a verdade é que são os preços originais)?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Miú :)
      Adoro esse estilo boémio de vestidos e saias compridas <3 É uma boa aposta :)
      Quanto à Black Friday, não duvido que haja muita fraude. Aliás, houve quem as publicasse nas redes sociais. No meu caso, que já tinha as peças na mira (e guardadas na minha whishlist - costumo guardar numa pasta do pc as peças que gosto com o nome da loja e o respetivo preço), sabia quanto custavam sem a promoção, por isso não saí prejudicada. E pelo que tenho visto nos últimos 2/3 anos, as lojas onde mais compensa são apenas aquelas que colocam TUDO com uma percentagem de desconto. São lojas como a Zara, Stradivarius, H&M que estiveram com 20% de desconto em tudo e que na época de saldos dividem a loja em duas secções: a de saldos e a de peças da nova coleção ou de artigos de continuidade. Temos que estar sempre atentos a tudo o que dizem que é promoção ou saldo ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Eu tenho andado mais controlada. Chegamos a uma altura da vida e as prioridades começam a ser outras. Então, não podendo atirar-me a tudo o que queria, tenho analisado bem o que me faz falta e tentado não fugir muito disso. Mas ando muito tentada a perder a cabeça com umas Gazelle que nem em saldos estão e são tãoooo caras!!

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo. Também ando a olhar para as Gazelle, também ainda não vi nenhumas em saldos e acho que por isso não as vou ter tão cedo. É isso mesmo, prioridades ;)

      Eliminar