21 de julho de 2017

Styling

Eu já sou fã n.º 1 de fatos de banho. Dou por mim a escolher sempre um fato de banho quando vou para a praia. Ou então, a procurar fatos de banho para comprar. Mas depois, no final do verão, confesso que não gosto de ver a minha barriguinha super hiper mega branca!!!!
Hoje em dia, há imensa oferta de biquinis e os que eu mais gosto estão naquelas marcas portuguesas que imensas bloggers exibem com muito orgulho. Não julgando a qualidade e o valor que esses biquinis têm, eu não consigo gastar muito neste tipo de peças. Assim sendo, tento procurar biquinis com algum apontamento que faça a diferença. Não é fácil, mas tenho reparado que há cada vez mais marcas a variar nos modelos. Não consegui imagens de todos os que realmente adoro, mas deixo aqui alguns biquinis com um "bocadinho mais" que o tradicional.


20 de julho de 2017

A consulta dos 2 anos e a miúda ainda chora

Eu sei que não devemos comparar irmãos e eu esforço-me ao máximo para não o fazer, sobretudo em frente a eles. Mas em algumas coisas é quase inevitável não comentar com o meu marido um ou outro aspeto em que o Vicente, com a idade da Inês, era bem diferente (não tendo necessariamente que ser melhor ou pior).
Relativamente às visitas ao pediatra, o Vicente deixou de chorar precisamente na consulta dos 2 anos. Que alívio, só de saber que já não íamos ter consultas com berrarias e caras vermelhas de tanto chorar.
A Inês é uma bem disposta, sempre pronta para o forrobodó, mas assim que ouvimos a nossa chamada para entrar, começou em prantos. Entrou no consultório a chorar, foi examinada a chorar......só parou com a sua veia melodramática quando já estávamos nas despedidas. Nesse momento, sentou-se na cadeira e começou a sua conversa com o pediatra. Já podíamos ficar ali horas, que ela não se importava.
Lágrimas e ranho à parte, está tudo ótimo. Está com um bom desenvolvimento, a fala vai-se percebendo mas não há razão para preocupações, cresceu imenso......como disse, e bem, o pediatra: "Tirando o mau feitio, está ótima".....ahahahahahah

E desta nossa visita ao pediatra, ficaram apenas registadas as fotos que o Vicente andou a tirar com o meu telemóvel!!!!!!!!!!!!!!!!!


18 de julho de 2017

Styling

Comprei estas calças vermelhas na Zara a um mega preço. São super frescas e leves e o propósito é usá-las ao fim de semana, naqueles programas mais caseiros e descontraídos. Mas agora estou um bocadinho indecisa com o que usar para cima. T-shirt? Camisa? Comprida? Curta?........vou esperar pelo próximo fim de semana para testar algumas hipóteses.....depois mostro no instagram ;)


17 de julho de 2017

Fins de semana de cansaço bom

Adoro estes fins de semana. Acabam comigo completamente KO, mas é um cansaço de algo que adorámos fazer. Normalmente, são fins de semana sem grandes programas planeados, em que andamos ao sabor do tempo, da paciência e do que é possível fazer. Com os miúdos há sempre mais exigência, mas é perfeitamente possível gozar dois dias a fazer coisas que gostamos e a ter algum descanso (esta parte é um pouco relativa....ehehehe).
Sábado apanhámos uma tarde de praia espetacular. Para podermos aproveitar ao máximo sem comprometer a rotina dos miúdos (menos exigente agora, mas sem descurar para não haver contratempos), aproveitámos a sesta da Inês para deixar o jantar bastante adiantado. Depois de umas horas bem passadas entre água e areia, foi só chegar a casa, tomar banho e, em 5 minutos, preparar o que faltava.
Já no domingo preferimos ficar por casa. Finalmente enchemos a piscina. Os miúdos adoram, claro! Eu e o meu marido decidimos preparar um lanche mais caprichado para nós e passámos mais um par de horas a saborear este fim de semana tão bom.
São coisas simples, sem grandes organizações, mas que nos deixam preparados para mais 5 dias de trabalho :) E já só começamos a querer pensar no próximo fim de semana....





15 de julho de 2017

Uma semana dedicada ao desporto

Como já vem sendo habitual, este ano juntei-me mais uma vez à minha equipa de andebol para uma semana de torneio. Apesar de nos intitularmos de veteranas (porque na verdade, se jogássemos em seniores levávamos uma abada de - quase - todas as equipas), somos ainda jovens, muito jovens. Mas já sabem que nisto do desporto de equipa, com 35 e 40 anos já parece que somos umas velhotas. 
Durante a semana passada, jogámos todos os dias. Tirando um dos jogos às 00:30, estávamos em campo às 21:00, o que para quem tem filhos e no dia seguinte trabalho, é uma hora que nem em má de todo. Com os dias a passar e os jogos a acumularem-se nas pernas, queixas de dores musculares não faltavam. Nódoas negras também já sabemos que aparecerem sempre, e quando damos conta, uma já não pode jogar mais porque o joelho não deixa, outra tem que ir ao fisioterapeuta a ver se não fica pior, havia ainda quem precisasse de spray para aguentar a dor. E é por isto que adoro esta equipa. Mesmo com dores, com muito cansaço e sabe-se lá onde arranjámos forças, estamos sempre ali, unidas, a dar tudo, com paixão e muito suor. Também nos divertimos imenso, que já não temos idade para pensar só na pressão dos jogos.
No final, o resultado: medalha de ouro, muitas histórias, muitos sorriso, muitas emoções. 
O mais importante desta semana foi perceber que se quisermos conseguimos conciliar a nossa vida profissional, familiar e desportiva. Claro que este tipo de situações só acontece uma vez por ano, mas aquele espírito que se vive dentro e fora de campo é impagável e muito necessário nestes dias em que só vivemos de rotinas e correrias.


14 de julho de 2017

2 anos de Inês

Ando mesmo atrasada com os posts, mas passo fases em que não me apetece escrever. Quem me segue no instagram consegue andar mais atualizado!
Faz uma semana que a Inês completou 2 anos. Esta miúda veio-nos ensinar que não há dois filhos iguais, não mesmo!!!! O que ela tem de fofa (e acreditem que é muito), tem de traquina (já estão a ver o nível de traquinice). Tem uma boa relação com o irmão. Tanto gosta de o abraçar, como de lhe tirar os brinquedos (acha que tudo é dela....."é meu, é meu"). Fala imenso, mas, com sorte, percebemos metade do que diz. Percebe tudo, tudinho, na perfeição. Faz um berreiro se as coisas não são como quer (vai berrar muito!!!). Dá muitos beijinhos e abraços e tem um sorriso contagiante. É assim , mais coisa menos coisa, a minha Inês.
No dia de anos, eu e o meu marido tirámos o dia de férias e passámos o dia a 4. Com direito a bolo e balão do Panda, a perdição da menina dos anos. E depois no fim de semana organizamos um pequeníssimo lanche com a família. Ando sem paciência para grandes festas. Talvez seja o cansaço a acusar e a necessidade de férias, que ainda estão longe!
Mas o importante é estarmos sempre juntos e celebrarmos o que de melhor a vida nos dá.


O bolo do dia de anos


O bolo da festa de anos


13 de julho de 2017

Mais um ano que acabou

Este post já vem um bocadinho atrasado. O Vicente já está de férias há duas semanas. Este ano foi de mudança para ele e posso dizer que correu muito bem. O meu miúdo frágil e tímido está a crescer. Sempre tive os melhores feedbacks da educadora e por isso fico imensamente orgulhosa. Muito responsável e educado. Afável e super curioso com tudo o que o rodeia. Para além destas características que tão bem conheço nele e que a educadora também registou ao longo de todos estes meses, foi muito bom vê-lo ir para a escola contente e sair de lá sempre com imensas histórias para contar. É um verdadeiro fala-barato.
Para o ano ainda continua no pré-escolar. Felizmente a educadora vai continuar com a mesma sala e isso também me deixa feliz. Para além de assim não haver mais uma mudança, noto que é uma pessoa que faz aquilo que gosta e isto também me dá outra segurança. 
Trouxemos todos os desenhos e trabalhos que o Vicente fez e ele adorou poder mostrar tudo aquilo que imaginou e colocou em papel.
Agora ando a tentar dar-lhe umas férias 'multidisciplinares', que é o mesmo que dizer que uns dias está com uma avó, outros dias com outra e ainda uma semana só com o avô para ele. Bem tento arranjar atividades, porque sei que ele adora explorar, porque 3 meses é muito tempo para só estar com os avós e porque também é bom ele se ambientar a outros contextos. Mas isto dá assunto para outro post.


12 de julho de 2017

Styling

Já é verão. O bom tempo já anda por aí. E muitas pessoas já foram/estão de férias.
Para mim, férias são sinónimo de praia. Não que faça 3 meses de pé na areia, mas pelo menos as férias grandes são por norma marcadas em sítios onde há praia. E nestes dias em que a rotina é passada maioritariamente no areal, gosto de vestir coisas práticas. Ultimamente tenho procurado fatos de banho e biquinis diferentes dos "normais", mas depois o resto é sempre o mesmo: chapéu de palha, havaianas e vestido simples e confortável.
Não há nada como descomplicar nestes dias e viver ao máximo!