11 de setembro de 2017

Férias grandes

Finalmente, as férias grandes. Horários menos rígidos, praia e mais praia e, claro, família. Este ano rumámos novamente até Sesimbra, um sítio onde nos sentimos bem. Tivemos sorte de apanhar sempre dias de sol (mesmo quando em Lisboa chovia torrencialmente). 
Nestes dias fora de casa andamos mais descontraídos. Claro que este estado de espírito é sempre um bocadinho relativo, pois a Inês ainda requer muiiiiiita paciência nas horas de birra e de teimosia. Os miúdos gostam cada vez mais de água. O Vicente passava praticamente todo o tempo no mar e a Inês, apesar de muito medricas no primeiro dia, depois já só queria estar perto da água. As bolas de berlim não faltaram, sobretudo umas maravilhosas que por lá vendem (as light........ah ah ah ah). Na passeata da noite também há sempre um waffle, um crepe ou um churro. Tentámos ir equilibrando. Fez-se o que se pode...eh eh eh!
Ainda deu para fazer umas corridas com o meu marido, coisa que não acontecia há anos (vantagens de irmos com mais família), mas confesso que custava um bocadinho levantar da cama ligeiramente mais cedo! A sorte é que depois de sair e correr na marginal, compensava largamente.
Os dias foram tão simples e tão bons que passaram a voar. Regressámos de coração cheio!


3 comentários:

  1. "Tão simples e tão bons" é de facto a melhor definição

    ResponderEliminar
  2. Acho tudo maravilhoso menos a parte da corrida. Uuuuuuiiiiiiii! Para mim, isso equivale a pesadelo. Caminhar ainda vá, mas correr? Corram os outros! :)
    Beijinhos, Joana, e parabéns pela família cada dia mais bonita e crescida (bem, a questão das birras é que custa imenso, mas faz parte...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida Miú. A corrida ajuda a ganhar força para as birras...ahahahah
      Beijinhos

      Eliminar